CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE | Gestores municipais, estaduais e federais se reúnem com 264 representantes de usuários da saúde pública de Sobral

A fim de debater melhorias para a do saúde no Município, assim como, elaborar propostas para serem levadas para os âmbitos estadual e nacional, aconteceu na quinta-feira (9), a VII Conferência Municipal de Saúde de Sobral. Este ano, além de gestores dos governos municipal, estadual e federal, 264 delegados eleitos nas pré-conferências, representando os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), participaram do encontro realizado no auditório da Universidade Federal do Ceará.

A contribuição dos delegados para a construção das políticas públicas foi ressaltada pelo Prefeito de Sobral, durante a abertura da Conferência. “Vocês não irão apenas debater a melhoria do serviço do posto de saúde lá do Jordão, ou aqui do Centro. Vocês trazem para esse encontro, informações que podem mudar a saúde do País. A colaboração de vocês é o diferencial para continuarmos avançando no aumento da qualidade de vida de cada brasileiro”, afirmou o Veveu Arruda.

Já a secretária de Saúde do Município, Mônica Lima, falou da importância das políticas de prevenção. “Nenhum recurso será suficiente, enquanto estivermos pensando no tratamento das doenças. Precisamos nos voltar para prevenção, garantindo que nosso povo não adoeça. A saúde é um bem que não precisa ser posto em risco para entendemos o valor que ela tem”, explicou.

Após a solenidade de abertura, que contou ainda com a presença do vice prefeito, Carlos Hilton Soares; do deputado federal Odorico Monteiro; de gestores da Secretaria de Saúde do Estado e secretários municipais; a palestra ‘Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas’, foi ministrada pelo membro da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde, Vladson Viana.



Entre as muitas discussões da Conferência, temas como a gestão do Sistema Único de Saúde (SUS), modelos de atenção à saúde e inovação no SUS foram abordados. Já as propostas votadas no encontro farão parte das discussões na 7ª Conferência Estadual de Saúde, que acontecerá em Fortaleza, entre os dias 20 e 22 de outubro e a 15ª Conferência Nacional de Saúde, agendada para os dias 1 à 4 de dezembro, em Brasília.