Combate à dengue é tema de encontro de profissionais de saúde no distrito de Rafael Arruda


Na última quarta-feira (19), profissionais da saúde dos municípios de Sobral, Mucambo e Cariré estiveram reunidos para tratar das ações educativas a serem votadas para o combate do mosquito transmissor da dengue, que devem ser implementadas no Rafael Arruda. Localizado no limite entre os três municípios, o distrito sofre interferência das medidas preventivas adotadas pelas secretarias de Saúde das três cidades.

“Estão reunidos aqui, representantes da saúde dos três municípios, mas a participação de outros setores também é bem-vinda. A educação, por exemplo, é uma grande parceira para disseminar as informações dentro da comunidade”, frisou a coordenadora da Vigilância à Saúde de Sobral, Francisca Leite Escócio.

A preocupação com a prevenção surgiu com o grande número de famílias  utilizando tanques para armazenar água, neste momento de estiagem. Muitas vezes estes reservatórios são mantidos descobertos ou semi cobertos. “A maioria dos focos de dengue encontrados no Rafael Arruda estão em tanques. Cuidados simples podem evirar a proliferação de mosquitos”, explicou o supervisor geral de endemias de Sobral, Everton Carneiro. “O uso da tela nos reservatórios e a colocação de torneiras para a retirada da água evitaria a entrada do Aedes Aegypti”, finalizou.

De acordo com o secretario adjunto da Saúde, Zezé Leal, é preciso unir forças para combater o mosquito no distrito, “a meta é eliminar todos os focos antes dos festejos da criação da pastoral do distrito, que têm início no próximo dia 11 de setembro”.