Prefeitura de Sobral e Semace discutem implantação do Cadastro Ambiental Rural


Representantes da Prefeitura de Sobral participaram, na manhã da última quarta-feira (23), de reunião com gestores da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), quando foram feitos esclarecimentos sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR). De acordo com o gerente técnico da Secretaria da Agricultura e Pecuária do Município (Seagri), Pedro Pitombeira, “o objetivo desse registro eletrônico é promover a identificação e integração das informações ambientais dessas propriedades, para termos planejamento, monitoramento, combate ao desmatamento e regularização ambiental”, informou.

Durante a reunião, ficou decidido que 40 técnicos das secretarias de agricultura de 10 municípios do Território da Cidadania de Sobral, divididos em duas turmas, receberão capacitação sobre o instrumento, durante a primeira semana de outubro e na primeira semana de dezembro. Da Prefeitura de Sobral, participarão quatro técnicos, dois da Seagri e dois da Autarquia Municipal do Meio Ambiente (AMMA). Eles serão os responsáveis pelos cadastros, que irão começar em janeiro de 2016.

No cadastro, que é obrigatório para imóveis rurais de até 200 hectares, constará as áreas remanescentes de vegetação nativa, áreas de preservação permanente e de reserva legal que fazem parte de todo o perímetro do imóvel. Serão monitoradas informações como o mínimo de vegetação nativa a ser preservada por unidade. Entre os benefícios para o produtor que estiver inscrito no CAR, estão a obtenção de crédito agrícola com taxas de juros menores e maior prazo de pagamento, contratação de seguro agrícola com melhores condições, linhas de financiamento, isenção de impostos para insumos e equipamentos, entre outros.