Prefeitura de Sobral adotará horário corrido a partir desta quarta-feira (21)

Visando diminuir as despesas do município de Sobral, a partir desta quarta-feira (21), as repartições públicas municipais passarão a funcionar em horário corrido, das 8h às 14h, sem intervalos. Instituída no decreto nº 1.706, de 16 de outubro de 2015, a medida não se aplica aos serviços essenciais, como escolas, postos de saúde, Guarda Municipal, Coordenadoria de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), e aos Gabinetes do Prefeito e Vice-Prefeito.

O anúncio foi feito pelo chefe de Gabinete, Luciano Arruda, em entrevista coletiva, nesta terça-feira (20), concedida na sala de reuniões da Ecoa, que reuniu mídia impressa, televisiva e radiofônica. De acordo com o chefe de Gabinete, o funcionamento em horário corrido seguirá até, pelo menos, fevereiro e irá gerar uma economia de cerca de R$150 mil mensais, só na conta de energia dos prédios públicos municipais.


A medida foi tomada considerando que a principal fonte de receita de Sobral, a exemplo da grande maioria dos municípios brasileiros, são recursos oriundos dos repasses constitucionais (FPM, ICMS, etc), cujas parcelas mensais, quando não são reduzidas, têm-se mantido em patamares insuficientes para fazer face às despesas públicas municipais que ultimamente têm crescido devido à majoração das tarifas de energia, aumentos de combustíveis, dentre outros.
 

“O objetivo é adequar as despesas do Município a esta quadra difícil que passamos. Todos os 5.570 municípios brasileiros estão passando por ajuste financeiro e fiscal grave e em Sobral não é diferente. A receita própria do município representa apenas cerca de 10% do nosso orçamento e os repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) tiveram uma redução de 38% em relação ao mesmo período do ano passado”, explicou Luciano Arruda.