Jovens de Sobral participam da III Conferência Estadual da Juventude


Com o tema ‘As várias formas de mudar o Brasil’, foi concluído no último domingo (8), no Clube da Cofeco, em Fortaleza, a III Conferência Estadual de Juventude. Em um amplo processo de debate e participação sobre o que a juventude quer para o Brasil, o espaço reuniu, desde a última quinta-feira (5), 900 jovens de 81 municípios cearenses, que realizaram suas Conferências Municipais de Juventude.

Desse processo, Sobral levou cerca de 50 jovens e elegeu dois novos delegados, o estudante Paulo Henrique Souza e a pedagoga e articuladora social Rogena Sabóia. Eles, juntamente com os outros 49 delegados eleitos, irão representar a juventude cearense na Conferência Nacional, que acontecerá de 16 a 19 de dezembro, em Brasília.

Durante o encontro nacional, será assinada a criação do Comitê Intersetorial de Políticas de Juventude, que tem o objetivo de integrar as secretarias, órgãos e entidades que desenvolvem ações e projetos para a juventude, consolidando políticas públicas voltadas para o segmento. No Ceará, o Comitê será coordenado pela Coordenadoria Especial de Políticas Públicas de Juventude, órgão vinculado à estrutura organizacional do Gabinete do Governador.

O nosso objetivo neste segundo momento é levar para Brasília as moções que foram discutidas na Conferência Estadual e articular novas políticas públicas voltadas à juventude de Sobral, sobretudo nos eixos da diversidade e dos direitos humanos. Enfim, vamos colocar Sobral neste círculo de debates e lutar para que os nossos jovens conquistem mais melhorias”, explicou a delegada eleita Rogena Sabóia.

Conferência



A Conferência é um espaço de democracia participativa que visa discutir, analisar, reivindicar e propor ações com foco no controle social das políticas públicas de juventude, atualizando a agenda para o desenvolvimento inclusivo do Brasil, fortalecendo o combate a todas as formas de preconceito e potencializando as múltiplas formas de expressão juvenil. As propostas e resoluções da etapa nacional servirão de subsídio para a elaboração do Plano Nacional de Juventude.