Projeto Gente Solidária | Artesãs buscam financiamento coletivo para expandir negócios

Quatro grupos de artesãs do projeto Gente Solidária de Sobral, com mais de 30 participantes, estão inovando a fim de expandir seus negócios através de uma ideia colaborativa. É o projeto FIA {oficina de artesãs} desenvolvido pela Prefeitura de Sobral junto ao Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano (IADH). A ideia consiste em um financiamento coletivo (crowdfunding) do trabalho desenvolvido por elas.


O grupo formado por mulheres do bairro do Sumaré e dos distritos de Aracatiaçu, Taperuaba e Jaibaras teve, durante alguns meses, a consultoria da marca Catarina Mina para que fosse desenvolvida uma mini coleção. A partir disso, surgiu a ideia de utilizar a plataforma do Catarse, um dos principais sites de financiamento coletivo do mundo, para custear a produção e o crescimento do grupo, potencializando a rentabilidade das artesãs.

Para colaborar o com projeto, basta acessar a plataforma do Catarse e, no catálogo da mini coleção, escolher um ou mais produtos. Os valores das peças expostas custeiam a matéria prima e a remuneração das artesãs. No início de dezembro, os itens escolhidos serão enviados pelos Correios para todos que financiaram o projeto. O dinheiro arrecadado promoverá a sustentabilidade do empreendimento.

Para conhecer mais e participar clique Aqui