Casamento Comunitário | Prefeitura realiza sonho de 21 casais do Residencial Jatobá I e II



Há mais de dois anos nós nos programávamos para nos casar no papel, mas sempre acontecia um imprevisto”, contou Heliomar Pereira, que oficializou, na noite do último domingo (6), a união com Raquel Lopes, que já dura 15 anos e já lhes rendeu três filhos.Agora que apareceu esta oportunidade, dada pelo prefeito Veveu, nós estamos aproveitando. Queremos continuar a construir uma história feliz. Mais do que já fizemos até aqui”, disse Raquel.


Além deles, mais 20 casais participaram do 2º casamento comunitário do projeto ‘Famílias de Fato e de Direito’, realizado pela Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social. “Quero falar da minha alegria e enorme satisfação de estar nesta noite aqui participando deste momento especial na vida de cada um. Este momento é um gesto para simbolizar o nosso entendimento de quão importante é a família estar organizada, vivendo em paz, sendo o lugar de acolhimento dos seus integrantes. Nada substitui a família”, afirmou o prefeito Veveu Arruda, que durante a cerimônia sorteou seis viagens de lua de mel para Jericoacoara.


Nesta edição, a Prefeitura contou com o apoio de 21 senhoras da sociedade sobralense que exerceram o papel de ‘Madrinhas Solidárias’, colaborando com a realização do enlace matrimonial. Uma delas foi Eveline Dias, que disse estar “encantada ao ver o grande empenho da Prefeitura em dar equilíbrio a estas famílias e poder aproximá-los cada vez mais. Com certeza ao solidificar a família, se constrói uma sociedade melhor e mais justa”, concluiu.

Para a secretária de Desenvolvimento Social e Combate à Extrema Pobreza de Sobral (Seds), Valdízia Ribeiro, “é um motivo de imensa alegria para a nossa gestão realizar este segundo casamento comunitário. Em um momento como este, nós podemos levar felicidade às famílias que mais precisam” destacou. “Nossa meta para o próximo ano é bem ousada. Realizar 500 casamentos, aumentando também o número de madrinhas solidárias”, concluiu.

O casamento comunitário foi o resultado do projeto 'Famílias de Fato e de Direito' realizado pela Seds, por meio do Centro de Referência de Assistência Social Mimi Marinho (Cras). A iniciativa contou com apoio da Seurb, além das parcerias do Cartório Modesto de Carvalho, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), do Serviço Social do Comércio (Sesc), da Escola de Música de Sobral, Eventos e Cia Cerimonial, Ivanildo Decorações, Locadora Paraíso das Noivas e Casa das Redes.



A benção aos casais foi dada pelo Padre João Batista Frota e pelo Pastor Pedro Pierre, da Igreja Batista Renovada em Sobral. A cerimônia civil foi dirigida pelo juiz de paz, Antônio Ribeiro Gomes de Paula. Estiveram presentes, ainda, o vice-prefeito, Carlos Hilton Soares; o deputado federal, Leônidas Cristino; a secretária de Urbanismo, Patrimônio Histórico e Meio Ambiente (Seurb), Gizella Gomes; a secretária de Tecnologia e Desenvolvimento Econômico (STDE), Daniela Costa; a secretária de Agricultura e Pecuária (Seagri), Luiza Barreto; a secretária da Cultura e Turismo (Secult), Eliane Leite; a ouvidora e controladora do Município, Fátima Lúcia Dantas, e o secretário adjunto do Esporte, Camilo Cavalcante, além de vereadores.