Primeira infância | Prefeito Veveu Arruda apresenta políticas públicas de Sobral para pesquisadores da Universidade de Harvard

Para falar das políticas públicas de Sobral voltadas à primeira infância, o prefeito Veveu Arruda participou, nesta quinta-feira (21), do simpósio ‘Focusing on 30 years of Childhood Interventions in Ceará’, encerrando o Curso Prático em Saúde Pública Colaborativa promovido pela Universidade de Harvard em parceria com a Universidade Federal do Ceará. Realizado no Instituto da Primeira Infância (Iprede), em Fortaleza, o evento reuniu estudiosos de universidades brasileiras e pesquisadores americanos, além de autoridades como a primeira dama do Estado do Ceará, Onélia Leite, o secretário de Educação do Estado do Ceará, Maurício Holanda, e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio. 


Em sua palestra, o prefeito Veveu apresentou as estratégias adotadas por Sobral na atenção à primeira infância, que integram o Plano Municipal pela Primeira Infância 2015-2024. “Você não consegue ter uma rede de educação que efetivamente eduque, um sistema de saúde que tem cobertura de 99% do território de Sobral e que produza uma redução da mortalidade infantil para 8,7, a menor do Ceará; e uma redução da extrema pobreza de 8 mil para 750 se não houver claramente uma opção política na direção das pessoas que mais precisam. Estamos formando uma nova geração em Sobral, que não será apenas seguidora de um destino pré-estabelecido pela condição socioeconômica de exclusão, mas protagonistas de suas próprias vidas”, afirmou.

Para a pró-Reitora de Extensão da UFC, Márcia Machado, “o que você (Veveu Arruda) está passando aqui hoje é uma luz de que é possível fazer alguma coisa. Fico muito honrada por você ter aceito o convite de vir aqui compartilhar essa experiência viva e que os alunos percebam que alguém é capaz de fazer algo diferente. Parabenizo e fico muito honrada e muito emocionada de ouvi-lo aqui hoje”.

Localizada no semiárido nordestino, Sobral tem a melhor rede municipal de ensino do Brasil, segundo o Índice de Oportunidade da Educação Brasileira. “Rompemos com o mito de que pobre não aprende e que não é capaz de garantir sua formação apesar de suas condições socioeconômicas. Não conseguiríamos implementar essas políticas e alcançar esses resultados se não tivéssemos feito uma escolha política clara com consequências importantes no jeito de fazer política e de administrar. A construção de uma nova cultura política que supera uma cultura de privilégios, fisiologismo e paternalismo, por uma cultura política afirmativa de direitos e obrigações”, avaliou Veveu Arruda. 

Como parte das atividades do curso, um dos grupos de alunos que estudou o tema ‘Saúde Infantil e Desenvolvimento’ visitou Sobral, no dia 11 de janeiro, para conhecer o trabalho desenvolvido na atenção a primeira infância, como a Estratégia Trevo de Quatro Folhas, o projeto Coala, o Centro de Apoio ao Adolescente Flor do Mandacaru, o projeto de Acompanhamento aos Primeiros Sobralenses, a Casa Acolhedora do Arco e o Centros de Educação Infantil Maria Luciana Lopes Lima, no bairro Santo Antônio. O grupo escolheu o Trevo de Quatro Folhas para ser estudado e levado para outras cidades como modelo de política pública exitosa para a redução da mortalidade infantil.