Projeto Sobral de Futuro definirá sonho coletivo da sociedade sobralense


Com o objetivo de intensificar os avanços socioeconômicos do município, foi lançado, nesta terça-feira (16), o projeto Sobral de Futuro. A iniciativa plural e suprapartidária definirá propostas para os próximos 30 anos. A solenidade foi realizada no auditório do Centro de Ciência da Saúde da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) e contou com a participação de representantes das instituições de ensino superior do município, de associações de classe (do comércio, varejo, indústria e produção rural, entre outros setores), da prefeitura e da câmara municipal.

Para a vice-governadora Izolda Cela é necessário pensar a cidade “para termos um futuro melhor e não sermos engolidos pelos problemas de planejamento urbano. Para isso, é importante a articulação de forças, planejamento de médio e longo prazo, promovendo o envolvimento da sociedade e adotar uma metodologia que faça com que este sonho se transforme em produtos factíveis, ideias e projetos que possam ser concretizados”.



O prefeito Veveu Arruda explicou o objetivo do projeto ‘Sobral de Futuro’. “Esse planejamento pretende responder à pergunta ‘Qual o novo sonho coletivo sobralense?’, procurar definir esse sonho de todas as forças (econômicas, sociais, religiosas e políticas). A juventude tem uma inquietude criativa e nós precisamos da participação desse jovem da forma que ele é, questionador. Como podemos romper com as desigualdades sociais? Os desafios são grandes e por isso devemos sonhar juntos. Não é um plano para a prefeitura, mas um projeto para o Município”.

O projeto será coordenado por um conselho consultivo, formado por representantes da sociedade, que deverá garantir a mobilização da população por meio de debates e consultas distritais e também serão realizados estudos técnicos e consultas com especialistas para consolidar propostas que serão reunidas num documento norteador das políticas públicas para o município nos próximos 30 anos. A partir deste documento, será proposto um ‘Documento de Visão’ que deverá ser assinado pela atual administração municipal e pelos candidatos a prefeito do município nas próximas eleições.

Representando as universidades parceiras no projeto, o vice-reitor da Universidade Federal do Ceará, Custódio Almeida, destacou o papel das instituições. “A função precípua da Universidade é construir projetos de emancipação humana. E pensar o futuro é muito estimulante, alimenta nossa capacidade de sonhar e referenciar nosso presente. É ter coragem de lançar luz sobre os nossos problemas. A sociedade da Sobral de futuro tem que pensar no meio ambiente, segurança, saúde, mas fundamentalmente, em como transformar ideias em processos”.

A Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Votorantim Cimentos, Instituto Votorantim, BNDES e o Instituto Arapyaú são os principais fomentadores do projeto Sobral de Futuro.

Segundo o presidente do conselho do Instituto Arapyaú, Pedro Vilares, ouvir os jovens é fundamental para a formação da visão de futuro do município. “Com esse projeto iremos construir sonhos para a cidade junto com a sociedade, que vão além de um governo e envolvam todo o coletivo. É um prazer estar nessa cidade que sempre é tão exemplar”. 

Para o presidente do Instituto Votorantim, Clóvis Carvalho, Sobral precisa ter planos de futuro que sejam suprapartidários e que a sociedade possa se apoderar. “Sobral é uma cidade muito importante para as operações da Votorantim e queremos ajudar a deixar um legado para o Município. O Brasil precisa muito do sucesso de vocês, que terão muito que ensinar para outros municípios”.