Todos contra o Mosquito | Dia Nacional de Mobilização contra o Aedes aegypti reúne multidão no Centro de Sobral

Um verdadeiro exército com agentes de saúde, agentes de endemias e servidores de diversos órgãos públicos com atuação em Sobral lotou a Praça de Cuba no Dia Nacional de Mobilização contra o Aedes aegypti, realizado no último sábado (13). Sob o comando do Prefeito de Sobral, o objetivo da mobilização era chamar a atenção da população que circulava pelo Centro de Sobral com distribuição de panfletos com os cuidados necessários para eliminação de focos do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e do vírus zika.


O cortejo seguiu em caminhada até o Becco do Cotovelo, onde Veveu Arruda falou da importância da participação de todos. “Essa é uma ação intersetorial do poder público, mas todos nós todos os dias nos nossos locais de trabalho, na nossa casa, na nossa rua devemos fazer algo para evitar a proliferação desse mosquito que está tirando vidas. Porque o esforço do poder público não conseguirá combater o mosquito sem o empenho de cada sobralense”, alerta o Prefeito em sua fala no programa Show do Ivan Frota. 

Sobral e 355 municípios em todo o Brasil participaram dessa mobilização promovida pelo Governo Federal. “É um desafio que envolve a todos porque como disse a presidenta Dilma ‘um mosquito não pode ser e não é mais forte que um país inteiro’. Tenho certeza que Sobral mais uma vez vai ser exemplo para o Brasil em termos de mobilização”, disse do presidente do Banco do Nordeste, Marcos Holanda, que representou a presidenta Dilma Rousseff na ação. 



Após a mobilização no Centro, o grupo realizou vistorias em residência no bairro Alto da Expectativa, que tem um dos maiores índices infestação do mosquito, em busca de focos do mosquito com orientação para os moradores. Participaram da campanha o vice-prefeito Carlos Hilton Soares; a secretária de saúde do Município, Mônica Lima, o secretário adjunto da saúde, Zezé Leal; o chefe-geral da Embrapa Caprinos e Ovinos, Marcos Bonfim; o coordenador da 6ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede), Daniel da Costa; o Exército Brasileiro; representantes do secretariado municipal e agentes de saúde da família e de endemias.