Oficina regional do programa ‘Selo Município Verde’ reúne representantes de municípios da Região Norte


O Centro de Educação a Distância (CED) foi palco, na sexta-feira (1º), da oficina regional de divulgação e sensibilização do Programa ‘Selo Município Verde’. Com o intuito de capacitar os municípios que melhor atendem os índices de sustentabilidade sugeridos pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), o encontro reuniu representantes de Cariré,  Coreaú, Alcântaras, Reriutaba, Massapê, Meruoca, Groaíras, Hidrolândia, Itapajé, Forquilha, Graça e Sobral.


Durante a oficina, conceitos, organização funcional, objetivos da certificação junto aos poderes públicos municipais, medidas de proteção e fiscalização do meio ambiente, planejamento de políticas públicas de qualidade ambiental, criação de fundos, dentre outras instruções foram repassadas aos representantes pela coordenadora de Desenvolvimento Sustentável da Sema, Lucia Maria Bezerra da Silva, que falou ainda da importância da criação e fortalecimento dos Conselhos Municipais de Defesa do Meio Ambiente (Comdemas). “Se não houver o empenho destas equipes que possam buscar estas informações o município muitas vezes não consegue atender aos requisitos da certificação”, conscientizou.

Já a secretária de Urbanismo, Patrimônio e Meio Ambiente e coordenadora do Selo Verde em Sobral, Gizella Gomes, destacou que “o Selo Município Verde não é apenas uma certificação ou uma propaganda a ser divulgada, mas uma mudança de práticas para tornar efetivamente nossos municípios em locais ‘verdes’, sabendo usá-las para recuperar os recursos naturais e transformar isso em benefícios econômicos, sociais e ambientais para os nossos municípios”. Gizella informou ainda que em Sobral existe uma força tarefa formada por técnicos de todas as secretarias e autarquias municipais, cujo objetivo é assegurar o ‘Padrão A’, que é a nota máxima do selo.

Além dos representantes dos municípios da Região Norte, o encontro contou com a presença da gestora Ambiental da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), Julieta Selma Lima Angelo; do Superintendente da Autarquia Municipal do Meio Ambiente (Amma), José Wilson Angelim; e da coordenadora de Projetos e Educação Ambiental de Sobral, Lívia Souza.