Projeto Sobral de Futuro inicia plantio de 5 mil árvores


O projeto Sobral de Futuro iniciou, nesta quinta-feira (5), a ação de plantio de árvores, simbolizando os sonhos, anseios para a cidade nos próximos 30 ano. A solenidade foi realizada no Centro de Educação a Distância do Ceará e reuniu autoridades, representantes das instituições parcerias e diretores das escolas. Na ocasião, foram plantadas mudas de flamboyant e a ideia é que cada pessoa adote uma árvore e em todo o município sejam plantadas 5 mil mudas.

Estamos discutindo o futuro de Sobral. Temos que ter sobralenses no futuro felizes com a cidade em que vivem. Vamos arborizar a cidade, cada um plantar uma árvore para criar sombras e conviver melhor com o clima tropical. Vamos despoluir e dessa forma viver mais”, afirmou o vice-prefeito Carlos Hilton Soares. Todas as mudas de árvores do projeto terão uma placa com o sonho de uma instituição ou morador da cidade.

Qualquer instituição ou cidadão pode solicitar uma árvore do projeto no Banco de Mudas de Sobral, pelo telefone 88 3611-7784.  Serão plantadas mudas de árvores frutíferas (acerola, goiabeira e abacateiro), frondosas (ipê, pau d’arco, timbaúba e pau branco) e medicinais (malva meracilina, cidreira e boldo). A próxima etapa do plantio será realizada em 36 escolas públicas municipais, a partir do dia 9 desse mês e até o final de setembro, todas as segundas, quartas e sextas-feiras. Também já está programado o plantio no bairro de Nova Caiçara, entre os dias 11 e 13 de maio.


O evento também contou com a presença do gerente da Votorantim Cimentos, Rafael Araújo, da vice-reitora de Universidade Estadual Vale do Acaraú, Izabelle Mont’Alverne, e do diretor do campus da Universidade Federal do Ceará em Sobral, Vicente Pinto, do diretor do Instituto Federal do Ceará – campus Sobral, Eliano Pessoa, e do superintendente da Autarquia Municipal do Meio Ambiente, Wilson Angelim, e outros secretários.

O projeto Sobral de Futuro é uma iniciativa plural, suprapartidária, conduzida por um conselho consultivo, formado por representantes da sociedade, com a missão de definir, através da construção participativa, propostas capazes de intensificar os avanços conquistados em áreas cruciais como educação, saúde e renda, e promover o desenvolvimento sustentável da cidade. A Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Votorantim Cimentos, Instituto Votorantim, BNDES e o Instituto Arapyaú são os principais fomentadores do projeto.