Seminário sobre abuso e exploração infantil reúne profissionais da saúde, assistência social e educação


Na tarde da última quarta-feira (18), aconteceu o 'Seminário para a Discussão das Políticas de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infantil'. Realizado de forma intersetorial, o evento reuniu na Escola de Formação em Saúde da Família Visconde de Saboia (EFSFVS), profissionais de Centros de Saúde da Família, do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Regina Justa e de Centros de Educação Infantil (CEI).

Para a assistente social do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas), Brígida Lima, o enfrentamento do problema tem que ser feito de forma conjunta por toda sociedade. "Temos que trabalhar de mãos dadas, para enfrentar o problema. O Creas não tem como identificar a violação se a escola não informar, se o agente de saúde não informar, se o centro de saúde não informar", ressaltou. 

O seminário contou ainda com exibição de vídeos sobre a importância da denúncia dos casos de abusivos e exploração sexual infantil, dinâmicas de sensibilização e momento para os profissionais de outros serviços tirarem dúvidas.